image
  • AVE $0
  • OTS 166

Angola Cables actualiza serviço de espectro óptico total

  • Notícias de Angola
  • Online
  • 9/26/2019 3:23 AM
  • 3 min

Angola Cables actualiza serviço de espectro óptico total Ivanine Silva A Angola Cables, empresa multinacional angolana de telecomunicações especializada em cabos submarinos, disponibilizará nos próximos tempos aos seus clientes, quantidades customizadas de capacidade de dados por meio do Geomesh Extreme Spectrum Sharing Capability da Ciena. Segunda uma nota de imprensa recebida pelo Notícias de Angola, a Angola Cables, pode de forma confiável e segura, disponibilizar pares de fibra virtual altamente diferenciados, que são partes dedicadas e actualizadas do espectro óptico total, para os usuários finais por meio de um par de fibra física partilhada. Deste modo, os clientes podem aceder a capacidade de partilha de espectro da Angola Cables por meio do cabo Monet, já em operação entre Boca Raton na Flórida, São Paulo e Fortaleza no Brasil. “Com a avançada capacidade de Compartilhamento de Espectro da Ciena, podemos expandir o nosso alcance global e oferecer um serviço diferenciado aos nossos clientes, através de pares de fibra virtuais, proporcionando maior flexibilidade e escolha para melhor se alinhar à crescente procura do mercado por conectividade submarina” , explicou CEO da Angola Cables, António Nunes. Na Ciena, a nossa nova visão apelidada de “Adaptive Network” conduz os esforços de provedores de redes submarinas para ajudar os seus clientes com as crescentes demandas por capacidade. Com isso, estamos a alavancar infra-estrutura programável e o controle de software para escala, auto configuração e optimização, fazendo com que as redes submarinas possam se adaptar verdadeiramente às mudanças em ambientes de rede e responder de acordo”, completa Ian Clarke, Vice Presidente Global de Sistemas Submarinos da Ciena. A Angola Cables é uma das provedoras líderes de capacidade para a Costa Oeste Africana e é também um dos fornecedores de serviços do cabo submarino Monet, que forma um sistema “Open Cable” em que cada membro do consórcio pode seleccionar os terminais de linha submarina para seus pares de fibra, provendo assim mais flexibilidade e escolha de tecnologia para os seus clientes. Os clientes da Angola Cables podem gerir o seu próprio tráfego e o equipamento de terminal das linhas submarinas, sem o risco de impacto para os outros usuários que compartilham o sistema,e têm como principal benefício do recurso de compartilhamento de espectro da Ciena o fornecimento da conectividade segura, económica e confiável na forma de alta flexibilidade de partilha do espectro, o que permite que a Angola Cables ofereça pares de fibra virtuais para os seus clientes finais. Em 2017, a Angola Cables seleccionou as soluções e serviços GeoMesh Extreme com Wave Logic Ai e o Blue Planet da Ciena para apoiar o lançamento dos serviços do cabo Monet. A rota de 10.556 km actualmente fornece mais de 25 Terabytes por segundo (TB/s) de tráfego na rede da Angola Cables entre os EUA e o principal centro de negócios da América Latina, em São Paulo.


image
  • AVE $0
  • OTS 166

Angola Cables upgrades full optical spectrum service

  • Notícias de Angola
  • Online
  • 9/26/2019 3:23 AM
  • 2 min

Angola Cables upgrades full optical spectrum service Ivanine Silva   Angola Cables, Angolan multinational telecommunications company specialized on subsea cables, will make available to its customers in the near future customized amounts of data capacity through Ciena's Geomesh Extreme Spectrum Sharing Capability.  According to a press release received by Angola News, Angola Cables can reliably and securely provide highly differentiated virtual fiber pairs, which are dedicated and up-to-date parts of the total optical spectrum, to end users through a pair. of shared physical fiber. This way, customers can access Angola Cables' spectrum sharing capability through the Monet cable, already operating between Boca Raton in Florida, Sao Paulo and Fortaleza in Brazil.  “With Ciena's advanced Spectrum Sharing capability, we can expand our global reach and offer differentiated service to our customers through virtual fiber pairs, providing greater flexibility and choice to better align with the growing market demand for connectivity. ”, explained Angola Cables CEO, António Nunes.  At Ciena, our new vision dubbed “Adaptive Network” drives the efforts of subsea network providers to help their customers with increasing capacity demands. As a result, we are leveraging programmable infrastructure and software control for scaling, auto configuration and optimization, enabling subsea networks to truly adapt to changing network environments and respond accordingly, ”adds Ian Clarke, Vice Ciena Global Submarine Systems President.  Angola Cables is one of the leading providers of capacity for the West African coast and is also one of the subsea cable service providers Monet, which forms an “Open Cable” system whereby each member of the consortium can select subsea line terminals to your fiber pairs, thus providing more flexibility and technology choice for your customers.Angola Cables customers can manage their own traffic and subsea terminal equipment without the risk of impact to other users sharing the system, and their main benefit from Ciena's spectrum sharing capability is to provide secure, cost-effective and reliable connectivity in the form of high spectrum sharing flexibility, enabling Angola Cables to offer virtual fiber pairs to its end customers. In 2017, Angola Cables selected GeoMesh Extreme solutions and services with Wave Logic Ai and Ciena's Blue Planet to support the launch of Cable Monet services. The 10,556 km route currently provides more than 25 Terabytes per second (TB / s) of traffic on the Angola Cables network between the US and the main Latin American business center in Sao Paulo.


image
  • AVE $0
  • OTS 166

Notícias de Angola

  • Online
  • 3 min

Angola Cables actualiza serviço de espectro óptico total

Angola Cables actualiza serviço de espectro óptico total Ivanine Silva A Angola Cables, empresa multinacional angolana de telecomunicações especializada em cabos submarinos, disponibilizará nos próximos tempos aos seus clientes, quantidades customizadas de capacidade de dados por meio do Geomesh Extreme Spectrum Sharing Capability da Ciena. Segunda uma nota de imprensa recebida pelo Notícias de Angola, a Angola Cables, pode de forma confiável e segura, disponibilizar pares de fibra virtual altamente diferenciados, que são partes dedicadas e actualizadas do espectro óptico total, para os usuários finais por meio de um par de fibra física partilhada. Deste modo, os clientes podem aceder a capacidade de partilha de espectro da Angola Cables por meio do cabo Monet, já em operação entre Boca Raton na Flórida, São Paulo e Fortaleza no Brasil. “Com a avançada capacidade de Compartilhamento de Espectro da Ciena, podemos expandir o nosso alcance global e oferecer um serviço diferenciado aos nossos clientes, através de pares de fibra virtuais, proporcionando maior flexibilidade e escolha para melhor se alinhar à crescente procura do mercado por conectividade submarina” , explicou CEO da Angola Cables, António Nunes. Na Ciena, a nossa nova visão apelidada de “Adaptive Network” conduz os esforços de provedores de redes submarinas para ajudar os seus clientes com as crescentes demandas por capacidade. Com isso, estamos a alavancar infra-estrutura programável e o controle de software para escala, auto configuração e optimização, fazendo com que as redes submarinas possam se adaptar verdadeiramente às mudanças em ambientes de rede e responder de acordo”, completa Ian Clarke, Vice Presidente Global de Sistemas Submarinos da Ciena. A Angola Cables é uma das provedoras líderes de capacidade para a Costa Oeste Africana e é também um dos fornecedores de serviços do cabo submarino Monet, que forma um sistema “Open Cable” em que cada membro do consórcio pode seleccionar os terminais de linha submarina para seus pares de fibra, provendo assim mais flexibilidade e escolha de tecnologia para os seus clientes. Os clientes da Angola Cables podem gerir o seu próprio tráfego e o equipamento de terminal das linhas submarinas, sem o risco de impacto para os outros usuários que compartilham o sistema,e têm como principal benefício do recurso de compartilhamento de espectro da Ciena o fornecimento da conectividade segura, económica e confiável na forma de alta flexibilidade de partilha do espectro, o que permite que a Angola Cables ofereça pares de fibra virtuais para os seus clientes finais. Em 2017, a Angola Cables seleccionou as soluções e serviços GeoMesh Extreme com Wave Logic Ai e o Blue Planet da Ciena para apoiar o lançamento dos serviços do cabo Monet. A rota de 10.556 km actualmente fornece mais de 25 Terabytes por segundo (TB/s) de tráfego na rede da Angola Cables entre os EUA e o principal centro de negócios da América Latina, em São Paulo.