image
  • AVE $0
  • OTS 166

Angola Cables actualiza serviço de espectro óptico total

  • Notícias de Angola
  • Online
  • 9/26/2019
  • 3 min

Angola Cables actualiza serviço de espectro óptico total Ivanine Silva A Angola Cables, empresa multinacional angolana de telecomunicações especializada em cabos submarinos, disponibilizará nos próximos tempos aos seus clientes, quantidades customizadas de capacidade de dados por meio do Geomesh Extreme Spectrum Sharing Capability da Ciena. Segunda uma nota de imprensa recebida pelo Notícias de Angola, a Angola Cables, pode de forma confiável e segura, disponibilizar pares de fibra virtual altamente diferenciados, que são partes dedicadas e actualizadas do espectro óptico total, para os usuários finais por meio de um par de fibra física partilhada. Deste modo, os clientes podem aceder a capacidade de partilha de espectro da Angola Cables por meio do cabo Monet, já em operação entre Boca Raton na Flórida, São Paulo e Fortaleza no Brasil. “Com a avançada capacidade de Compartilhamento de Espectro da Ciena, podemos expandir o nosso alcance global e oferecer um serviço diferenciado aos nossos clientes, através de pares de fibra virtuais, proporcionando maior flexibilidade e escolha para melhor se alinhar à crescente procura do mercado por conectividade submarina” , explicou CEO da Angola Cables, António Nunes. Na Ciena, a nossa nova visão apelidada de “Adaptive Network” conduz os esforços de provedores de redes submarinas para ajudar os seus clientes com as crescentes demandas por capacidade. Com isso, estamos a alavancar infra-estrutura programável e o controle de software para escala, auto configuração e optimização, fazendo com que as redes submarinas possam se adaptar verdadeiramente às mudanças em ambientes de rede e responder de acordo”, completa Ian Clarke, Vice Presidente Global de Sistemas Submarinos da Ciena. A Angola Cables é uma das provedoras líderes de capacidade para a Costa Oeste Africana e é também um dos fornecedores de serviços do cabo submarino Monet, que forma um sistema “Open Cable” em que cada membro do consórcio pode seleccionar os terminais de linha submarina para seus pares de fibra, provendo assim mais flexibilidade e escolha de tecnologia para os seus clientes. Os clientes da Angola Cables podem gerir o seu próprio tráfego e o equipamento de terminal das linhas submarinas, sem o risco de impacto para os outros usuários que compartilham o sistema,e têm como principal benefício do recurso de compartilhamento de espectro da Ciena o fornecimento da conectividade segura, económica e confiável na forma de alta flexibilidade de partilha do espectro, o que permite que a Angola Cables ofereça pares de fibra virtuais para os seus clientes finais. Em 2017, a Angola Cables seleccionou as soluções e serviços GeoMesh Extreme com Wave Logic Ai e o Blue Planet da Ciena para apoiar o lançamento dos serviços do cabo Monet. A rota de 10.556 km actualmente fornece mais de 25 Terabytes por segundo (TB/s) de tráfego na rede da Angola Cables entre os EUA e o principal centro de negócios da América Latina, em São Paulo.