image

Data Center da Angola Cables torna-se ponto de interligação O Ponto de Interligação também conhecido como PIX faz parte da malha de conectividade do IX.br (Brasil Internet Exchange) de Fortaleza, uma iniciativa do Comité Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), que promove a infra-estrutura necessária para a interligação directa, numa região metropolitana, de redes que participam da Internet no Brasil. De acordo com uma nota da multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, que a Angop teve acesso hoje, o Ponto de Interligação foi lançado nessa sexta-feira (30 de Agosto) e com ele o tráfego de informações dos clientes da empresa ficará alojado num único ponto da região – ou seja o Data Center AngoNAP – e os clientes serão beneficiados com diversos outros serviços. Entres os serviços que beneficiarão os clientes aponta-se a alta capacidade de tráfego de rede, IP trânsito de alta qualidade, acesso a redes de internet ao redor do globo, soluções de Cloud e a todo o ecossistema proporcionado pelo Data Center, assim como o acesso aos cabos submarinos Monet, SACS e WACS, que oferecem a menor latência entre os continentes africano, europeu e americano. A respeito do lançamento do novo Ponto de Interligação, o presidente do Conselho de Administração (PCA) da Angola Cables, António Nunes, disse que “o PIX vai tornar o Data Center um verdadeiro marketplace para os clientes da região, tendo em conta o propósito da Angola Cables em fomentar um completo HUB de Telecomunicações e um ecossistema de Tecnologias de Informação e Comunicação”. Por sua vez, o director de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br, Milton Kaoru Kashiwakura, disse que o IX.br de Fortaleza tem-se consolidado como um dos maiores Pontos de Troca de Tráfego Internet na América Latina e, neste contexto, a inauguração do PIX da Angola Cables contribui para melhorar a qualidade da interligação entre as redes que formam a Internet, beneficiando não só a cidade de Fortaleza, mas toda a região. Dentro do PIX, os seus utilizadores tais como provedores de acesso à Internet e empresas de serviço de streaming estarão ligadas directamente a 174 outras redes. Cada vez mais empresas, que precisam de trafegar dados, buscam empresas de telecomunicações que, além de fornecerem a infra-estrutura avançada e soluções inovadoras de transmissão de dados, possam oferecer um ecossistema completo e integrado, como é o caso do Data Center da Angola Cables de Fortaleza, que está a ajudar a transformar o panorama digital e de conectividade no Hemisfério Sul. Sobre a Angola Cables A Angola Cables é uma multinacional de Soluções de IT, focada na venda de soluções para infraestruturas de Data Center, venda de Conectividade, serviços Cloud para Provedores de Serviços de IP e ISp's para o sector corporativo, com necessidades de serviços e conexões digitais. Actualmente opera os sistemas de cabos SACS, Monet e WACS, gere dois data centers, o AngoNAP Fortaleza (Brasil) e o AngoNAP Luanda (Angola), e faz a gestão do Angonix, um Ponto de Troca de Internet que está entre os cinco maiores de África. Com uma rede robusta, a Angola Cables conecta directamente a África, Europa e as Américas, além de ter parcerias estabelecidas para se conectar à Ásia. (Angop)


image
  • AVE $4
  • OTS 33

Angola Cables data center becomes interconnection point

  • Nováfrica
  • Online
  • 9/2/2019 5:59 AM
  • 3 min

Angola Cables data center becomes interconnection point The Interconnection Point also known as PIX is part of the connectivity network of IX.br (Brazil Internet Exchange) of Fortaleza, an initiative of the Brazilian Internet Steering Committee (CGI.br) and the Ponto BR Information and Coordination Center. (NIC.br), which promotes the infrastructure necessary for the direct interconnection, in a metropolitan region, of networks that participate in the Internet in Brazil. According to a note from the Angolan telecommunications multinational, Angola Cables, which Angop had access to today, the Interconnection Point was launched on Friday (August 30) and with it the information traffic of the company's customers will be housed in a unique point in the region - namely the AngoNAP Data Center - and customers will benefit from many other services.  Services that will benefit customers include high network traffic capacity, high quality IP traffic, access to internet networks around the globe, cloud solutions and the entire ecosystem provided by the Data Center, as well as access to the Monet, SACS and WACS submarine cables, which offer the lowest latency between the African, European and American continents.  Regarding the launch of the new Interconnection Point, Angola Cables chairman, António Nunes, said “PIX will make the Data Center a true marketplace for customers in the region, given the purpose Cables to foster a complete Telecommunications HUB and an Information and Communication Technologies ecosystem. ”  In turn, NIC.br's Director of Special Projects and Development, Milton Kaoru Kashiwakura, said that Fortaleza's IX.br has been consolidated as one of the largest Internet Traffic Exchange Points in Latin America and, in this context. , the inauguration of Angola Cables PIX contributes to improve the quality of the interconnection between the networks that make up the Internet, benefiting not only the city of Fortaleza, but the entire region.  Within PIX, your users such as internet service providers and streaming service companies will be connected directly to 174 other networks.More and more companies that need data traffic are looking for telecommunications companies that, in addition to providing advanced infrastructure and innovative data transmission solutions, can offer a complete and integrated ecosystem, such as Angola's Data Center. Cables from Fortaleza, which is helping to transform the digital and connectivity landscape in the Southern Hemisphere. About Angola Cables  Angola Cables is an IT Solutions multinational focused on selling Data Center infrastructure solutions, selling Connectivity, Cloud services to IP Service Providers and ISp's for the corporate sector, with service needs and digital connections. It currently operates the SACS, Monet and WACS cable systems, manages two data centers, AngoNAP Fortaleza (Brazil) and AngoNAP Luanda (Angola), and manages Angonix, an Internet Exchange Point that is among the top five. from Africa. With a robust network, Angola Cables connects directly to Africa, Europe and the Americas, and has established partnerships to connect with Asia. (Angop)


image
  • AVE $4
  • OTS 33

Nováfrica

  • Online
  • 3 min

Data Center da Angola Cables torna-se ponto de interligação

Data Center da Angola Cables torna-se ponto de interligação O Ponto de Interligação também conhecido como PIX faz parte da malha de conectividade do IX.br (Brasil Internet Exchange) de Fortaleza, uma iniciativa do Comité Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), que promove a infra-estrutura necessária para a interligação directa, numa região metropolitana, de redes que participam da Internet no Brasil. De acordo com uma nota da multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, que a Angop teve acesso hoje, o Ponto de Interligação foi lançado nessa sexta-feira (30 de Agosto) e com ele o tráfego de informações dos clientes da empresa ficará alojado num único ponto da região – ou seja o Data Center AngoNAP – e os clientes serão beneficiados com diversos outros serviços. Entres os serviços que beneficiarão os clientes aponta-se a alta capacidade de tráfego de rede, IP trânsito de alta qualidade, acesso a redes de internet ao redor do globo, soluções de Cloud e a todo o ecossistema proporcionado pelo Data Center, assim como o acesso aos cabos submarinos Monet, SACS e WACS, que oferecem a menor latência entre os continentes africano, europeu e americano. A respeito do lançamento do novo Ponto de Interligação, o presidente do Conselho de Administração (PCA) da Angola Cables, António Nunes, disse que “o PIX vai tornar o Data Center um verdadeiro marketplace para os clientes da região, tendo em conta o propósito da Angola Cables em fomentar um completo HUB de Telecomunicações e um ecossistema de Tecnologias de Informação e Comunicação”. Por sua vez, o director de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br, Milton Kaoru Kashiwakura, disse que o IX.br de Fortaleza tem-se consolidado como um dos maiores Pontos de Troca de Tráfego Internet na América Latina e, neste contexto, a inauguração do PIX da Angola Cables contribui para melhorar a qualidade da interligação entre as redes que formam a Internet, beneficiando não só a cidade de Fortaleza, mas toda a região. Dentro do PIX, os seus utilizadores tais como provedores de acesso à Internet e empresas de serviço de streaming estarão ligadas directamente a 174 outras redes. Cada vez mais empresas, que precisam de trafegar dados, buscam empresas de telecomunicações que, além de fornecerem a infra-estrutura avançada e soluções inovadoras de transmissão de dados, possam oferecer um ecossistema completo e integrado, como é o caso do Data Center da Angola Cables de Fortaleza, que está a ajudar a transformar o panorama digital e de conectividade no Hemisfério Sul. Sobre a Angola Cables A Angola Cables é uma multinacional de Soluções de IT, focada na venda de soluções para infraestruturas de Data Center, venda de Conectividade, serviços Cloud para Provedores de Serviços de IP e ISp's para o sector corporativo, com necessidades de serviços e conexões digitais. Actualmente opera os sistemas de cabos SACS, Monet e WACS, gere dois data centers, o AngoNAP Fortaleza (Brasil) e o AngoNAP Luanda (Angola), e faz a gestão do Angonix, um Ponto de Troca de Internet que está entre os cinco maiores de África. Com uma rede robusta, a Angola Cables conecta directamente a África, Europa e as Américas, além de ter parcerias estabelecidas para se conectar à Ásia. (Angop)